21 de julho de 2011

O dia em que eu equilibrei a bola com o nariz

Sim, caros seguidores, o Declarando ao ver os primeiros flocos de neve entrou em estado de hibernação, mas agora com os raios de sol acorda mais disposto do que nunca. Levando em conta que a hipérbole sempre foi uma das minhas figuras de linguagem preferidas, o que aconteceu foi mais ou menos isso que eu contei mesmo, com algumas ressalvas. Uma delas - e talvez a mais importante - é que o Declarando será alimentado com informações em um novo formato! No meio deste primeiro semestre, troquei a caneta pelo microfone, o gravador pela câmera e o corretor ortográfico, meu fiel amigo de todas as horas, por um programa de edição de imagens que ainda me deixa com dor de cabeça, mas em contrapartida, me permite picotar, colar, desfazer, fazer de novo, colocar imagem em cima de áudio, vídeo em cima de voz, fazendo os olhinhos desta foca aqui brilharem. Fui contratada.

Dentre os tantos processos seletivos que ainda hei de enfrentar, o primeiro me levou à TV PUC, o canal universitário da minha amada, surrada, e com cheirinho de maconha, cigarro e café passado, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. O tempo que eu pensava que era pouco ficou menor ainda e o Declarando acabou ficando de lado.

Faço este post para avisar aos amigos leitores que sempre deixam suas contribuições aos textos que estou viva, bem vivinha e trabalhando, e também escrevo como compromisso comigo mesma de voltar mais vezes aqui, não apenas para publicar, mas principalmente, acompanhar o que meus amigos têm produzido. Se eu deixei de comentar no seu blog, este é o momento do puxão de orelha, amigo. E fica aqui a minha palavra de que demoro a postar, não nego, mas publicarei quando puder. Se no fim das contas o que temos são apenas palavras, as minhas eu deixo aqui e aguardo ansiosa as suas em resposta.

Um beijo da foca que, quando viu a primeira bola ser jogada para o alto, acompanhou seu trajeto, correu atrás dela, se ajeitou e a equilibrou com o nariz. E agora vive feliz.

Foto: Rafael Saffirio
http://www.flickr.com/people/rafasp/

8 comentários:

  1. Ah que texto bonitinho...
    Vendo esse seu começo de caminhada na profissão, principalmente na televisão parece que estou me vendo no passado, lá quando comecei minha carreira.
    Que bom que está gostando do "cheiro da televisão", ela é mágica e é pior do que uma droga pois ela entra na nossa alma.
    O puxão de orelha vai existir mesmo eu tendo gostado do texto. Você precisa escrever mais e sinto falta dos seus comentários.
    Continuo de olho, protegendo a distância...

    Bjos mocinha

    ResponderExcluir
  2. Lendo este e outros textos teus, fiquei aqui pensando que você não deve abandonar a caneta, o bloco e o gravador... Tente escrever entre um VT e outro, contar um pouco do que mostrou com imagens e offs, somente em textos. Tens talento para hipérbole e para a reportagem. bjão, Núria.

    ResponderExcluir
  3. Ouuuuuunnnnn!
    Que lindo,Beaaa!
    Tô feliz por você,claro...minha amiga que sempre me dá orgulho!!!
    ADOREI esse final da foca. AHAHAHAHA É disso que eu tô falando!
    Arrasaaa,Beazita!
    Besoooos!

    ResponderExcluir
  4. Gabriela Pellegrino22 de julho de 2011 16:19

    Ahh, Bia! Vc tem realmente talento para escrever! Mas como vc também tem talento para a TV sou da opinião que vc tem que se dedicar aos dois! heheehehehe! Eu sei que vc tá sem tempo.... mas eu adoro ler seus posts!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Sempre muito bom ver você crescendo, principalmente profissionalmente falando...
    Fico MUITO feliz por cada conquista sua!
    Você tem talento de sobra e com certeza um futuro liindo te espera, e eu sempre estarei aqui para te aplaudir a cada degrau alcançado (:
    Beeijos !

    ResponderExcluir
  6. Pessoa da TV!!! (rs)
    Não é novidade que seus textos são ótimos, que você escreve muito bem e que tem um futuro promissor.
    Fico super feliz de estar te acompanhando desde o comecinho.
    Parabéns por esta conquista e não se esqueça de nos contar as próximas que virão.
    Go, Ana Beatriz, go!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Nossa menina! Como seu ex-teacher fico feliz em ve-la progredindo no trabalho que é sua paixão.Parabens pela contratação do fundo do coração.Quanto ao puxão de orelhas... esqueça... quando muito um tapinha amigavel na cabeça.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pelo trabalho.. Mas , não deixe de escrever.


    Ronaldo j Arthur

    ResponderExcluir

Quem declara agora é você!